terça-feira, 27 de abril de 2010

Hotel Armani, tem cozinha portuguesa



Foi hoje inaugurado, o Armani Hotel Dubai, no edifício mais alto do mundo, a torre Burj Khalifa.

Cada elemento do hotel foi desenhado pessoalmente pelo estilista Giorgio Armani, com o objectivo de «celebrar o conforto e estilo, através dos mais altos padrões de design, hospitalidade e serviço em todo o mundo». A liderar a cozinha da unidade hoteleira vai estar o chef português Pedro Baroso. Os pratos do cozinheiro português estarão disponíveis já a partir de Janeiro.

Com apenas 29 anos, Pedro Baroso foi seleccionado, após dez entrevistas e quatro meses de negociações. O chef é conhecido pela nova cozinha gourmet portuguesa, apresentando características minimalistas e simples. Na bagagem, o chefe de cozinha leva iguarias tipicamente portuguesas, que pretende harmonizar com sabores orientais para continuar a impressionar Armani.

O hotel apresenta uma área total de 269 mil metros quadrados e 160 unidades de alojamento e oito restaurantes.


Notícias Relacionadas:
Inaugurado Hotel Armani no Dubai com chef português
Menus para todas as bolsas em oito cidades europeias~
O tenrinho derrubou o mestre
Dez restaurantes com alto teor de cultura

2 comentários:

José Silva disse...

Um grande investimento sim senhor.
E nos Portugueses estamos já mais que implantados por esse mundo fora

Mac Adame disse...

Se o chefe tentar realmente harmonizar a comida portuguesa com os sabores orientais, há-de ser sucesso garantido. Nisto, posso dizer que sei do que falo, pois foi isso que aconteceu por aqui, onde a comida portuguesa é famosa e, na minha opinião, melhorada, porque não lhe falta uma coisa de que gosto muito e que às vezes em Portugal falta: condimentos. O problema da comida portuguesa genuína é abusar do sal. Ora, com condimentos do Oriente, o sal é perfeitamente dispensável.