segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Poço da Morte, acabou...



O homem de oitenta e um anos que assegurava o espetáculo teve um acidente, e foi obrigado a abandonar a atividade. Ao longo de seis décadas desafiou o perigo.Agora tem um divertimento nas feiras muito mais tranquilo.

4 comentários:

L.O.L. disse...

Lembrei-me da música do Sérgio Godinho: "Antes o poço da morte que tal sorte". eheheheheheheh.

Teófilo Silva disse...

Eu vi várias actuações de motas no poço da morte. Se a memória não me está a trair, penso que existia um no Parque Mayer. Já agora gostava que alguém comentasse, para eu saber se estou certo ou errado.

Um abraço.

polittikus disse...

Existia um no parque Mayer que depois passou para a feira popular. Por acaso era este senhor...

Teófilo Silva disse...

A primeira actuação que vi foi então no Parque Mayer nos anos 54/56.
Como isso aconteceu no primeiro ano em que cheguei a Lisboa, não tinha a certeza do local exacto. Na Feira Popular não podia ser porque nessa data ela funcionava em São Sebastião da Pedreira.