segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Marisco dos pobres


Nestas tardes quentes de verão ele é o rei, no enganar a fome.

Tremoço, um campeão de consumo em todas as esplanadas. É interessante descobrir que o actual “marisco dos pobres”, foi outrora alimento indispensável nas mesas mais abastadas e simbolizava o dinheiro nas antigas comédias romanas.

Acompanhado de uma cerveja fresquinha, a tradição ainda é o que era...

2 comentários:

Orquídea Selvagem disse...

Gosto muito de tremoços, com ou sem cerveja!
Confesso que raramente como mas aqui no Minho, nestes dias de fim de semana, ainda é costume ver pelas estradas fora pessoas a vender tremoços à porta de casa.
Há imensas tradições pelo país fora ligadas aos tremoços. Uma delas apreendi-a em casa dos meus sogros ligada ao dia de Páscoa. Na mesa de festa têm estar religiosamente os tremoços!

:)

BRUXA disse...

O célebre "marisco dos pobres" e de alguns antigos jogadores de futebol :-))