sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Exportar Pastéis de Nata!?


O ministro da Economia defendeu que o caminho para a internacionalização das empresas portuguesas passa pela afirmação dos produtos nacionais, dando como exemplo os pastéis de nata, que podem ser tão vendáveis «como os churrascos Nando's ou os hambúrgueres». Eu acrescento: temos o exemplo dos donuts...

9 comentários:

aflores disse...

Pastel de Nata ou Pastel de Belém? :o) É que para mim...(posso estar enganado) não é a mesma coisa!

De Belém ou de nata...venha o diabo e escolha (cruzes canhoto).
Olha a notícia que saiu hoje da tal "famosa" empresa Portuguesa "Papos D'Anjo" , que nada tem a ver com doces, que recebeu (como muitas) milhões dos Pedips, Fedips e outras coisas acabadas em "ips" (fundos comunitários) para internacionalização e... faliu! :))))))))

Vai um Bolinho de Arroz?

mfc disse...

É bom não esquecer também a possibilidade de franchisar o céguinho à esquina a tocar acordeão!

Fê-blue bird disse...

Tanto para fazer e dinamizar neste país e ele só viu os pastéis ?!


bjs

polittikus disse...

Creio que o Ministro apenas os referiu como exemplo, numa conferência sobre produtos portugueses (não ia defender, os donuts). Agora aparecem os velhos de Restelo como apareceu o Rei , quando a Ferreireinha "atacou" os mercados internacionais, o rei pensou mesmo: "Vinho generoso, quem vai por esse mundo fora querer o nosso vinho?"

Ps tomamos os donuts com o exemplo, valem na europa dois grupos SONAE...

Orquídea Selvagem disse...

Eu olho para uma fotografia dessas e só me apetece sair de casa, da beira da minha lareira quentinha, e ir à "Casa Das Natas" deliciar-me com uma quentinha e cheia de canela!!

Doce tentação!

:))

Isa GT disse...

Não é novidade nenhuma, os nossos pasteis já existem em muitos países, incluindo as bolas de berlim... o senhor como M.da Economia até os devia saber de cor e salteado mas comparar isso ao McDonald's... não se almoçam natas... ele não se pode limitar a dar exemplos, tem de ter estratégias e leis feitas a simplificar o trabalho da exportação... o nosso mal é ter pessoas que tratam dos assuntos... "pela rama" tipo conversa de café.

Bjos

Anónimo disse...

Sim, por favor, pasteis de nata em Espanha já....

polittikus disse...

@ ISA:
Mas creio que não será má ideia compara-los aos donuts, que são uma industria para a Panrico (espanhola) de milhões.

Anónimo disse...

Temos uma empresa portuguesa (Panidor) que já á algum tempo exporta pastéis de nata para o estrangeiro.
Acho que é uma grande ideia, pois aumentava a produção, a exportação e a imagem de Portugal no estrangeiro. É preciso é haver clientes...

Devia se pensar em mais produtos para exportar para além do pastel de nata, pode ser que assim a balança penda um bocadinho a nosso favor...