segunda-feira, 7 de junho de 2010

Facebook, é a segunda rede social onde há mais portugueses inscritos, depois do Centro de Emprego



Em Portugal, o Facebook tem centenas de milhares de aderentes, sendo apenas ultrapassado pela rede social Centro de Emprego e pela rede social Banco Alimentar Contra a Fome. As 3 redes sociais mais populares têm dificuldades, pois há inscritos no Facebook que se queixam de falta de privacidade, passando para o Twitter, enquanto membros do Centro de Emprego registaram-se na rede social Rendimento Mínimo, que tem 800 mil assinaturas. E muitos inscritos na rede Banco Alimentar, queixam-se que têm de ter o trabalho de fritar as salsichas e de cozer o esparguete, pelo que 550 mil já se registaram na rede social Mitra, onde as refeições já estão cozinhadas.

Cada vez mais um país, em que o melhor amigo é o centro de emprego...

Post inspirado, em: Inimigo Público


Notícias Relacionadas:
Quem tiver cadastro não deve receber rendimento mínimo, diz CDS
Impostos retroactivos. PSD admite chumbar proposta do CDS
Férias em Portugal: Cavaco Silva apela, ministro torce o nariz

8 comentários:

Otário disse...

pois é pois é heheh
e vá lá que a malta ainda paga
a net para aceder ao facebbok...

Isa GT disse...

Pois não estou com a cara no livro e, provavelmente, nunca para lá irei. Se tenho um blogue é para descomprimir e ver até onde pode chegar a liberdade de expressão :)))

Bartolomeu disse...

Apesar de prático nos contactos em rede, confesso que por lá tenho visto muita gente a comportar-se de modo pequenino e mesquinho. Tal como a Isa, o blog é o meu meio criativo, já que no face o contexto de apreciação é outro e depende de outras minundências.

Abraço

polittikus disse...

@ ISA / Bartolomeu:
Creio que não escrevi correctamente o post, ou não lerem tudo. Pois, a ideia que tento passar é da quantidade de gente que não quer trabalhar e vive de subsídios...

Zé Manuel disse...

Uma grande verdade. Bem apanhado. Mas é um post very, very hight budget. Quando li, reparei que nem todos iriam perceber que é uma piada, depois de ler os outros coments tive a certeza que não perceberam.

Isa GT disse...

Mas para saber isso, nem é preciso ir ao face book, por acaso, até falei olhos nos olhos com alguns dessas abébias e até se me arrepiaram as pestanas lol

Teófilo Silva disse...

Compreendi perfeitamente. Mas nem todos estarão recebendo subsídeos de emprego por não quererem trabalhar.
Também há quem queira um emprego e não o consiga, embora concorde que a maioria esteja à procura de um emprego à "sombra da Azinheira".
Quanto ao Facebook, também lá estou mas confesso que não gosto e por isso não frequento muito.

vera disse...

Eh eh eh! Muito bom! O post, claro!