sábado, 4 de setembro de 2010

Processo Casa Pia



O caso Casa Pia começou a ser julgado a 25 de Novembro de 2004. 920 testemunhas, 32 vítimas, 7 arguidos, 6 condenados, uma absolvição. Estes são alguns dos números do mais longo processo judicial da justiça portuguesa...

O antigo apresentador de televisão Carlos Cruz considerou que foi "vítima de uma monstruosidade jurídica", em reacção à pena de sete anos de prisão efectiva a que foi condenado pelo colectivo de juízes no âmbito do processo Casa Pia.
Verdade. Uma grande verdade. É monstruosa uma pena tão pequena, para quem fez tanto mal ás crianças.

Depois de ontem ter sido condenado a sete anos de prisão efetiva no processo Casa Pia, o médico Ferreira Diniz deixou o apelo: "Neste país qualquer pessoa poderá um dia ser condenada sem sequer se poder defender. Foi o que me aconteceu".
Hum… temos pena. Quem defendia as crianças, que o sr. Dr. gostava tanto de segurar a pila na mão!?

Infelizmente ainda não acabou. Começou agora, a palhaçada número 2...

2 comentários:

L.O.L. disse...

O que é revoltante é que ainda há muitos tubarões à solta que nem sequer chegarão a ser chamados pela justiça. E tudo porque não são "monstros" mediáticos. E esta????

polittikus disse...

LOL:
Não é apenas porque não são monstros mediaticos. Carlos Cruz tem razão em uma coisa. e os Pol´+iticos como o Paulo edroso e afins que não foram implicados, nem se sabe porquê... pois ser maçon em Portugal tem as suas vantagens.