quinta-feira, 5 de agosto de 2010

A dizer palavrões falamos todos português


Não sou um daqueles falsos pudicos que se arrepia quando ouve um palavrão e que por isso não diz asneiras, porque é feio e mais não sei o quê. Pelo contrário. Gosto de um bom palavrão. Acho até que quando proferido na hora, momento e local adequados, pode ser profundamente libertador. Um F%&$&- $% dito com alma e sentimento em certas situações pode ser profundamente terapêutico.

Agora confesso, que me faz alguma confusão ver alguns emigrantes portugueses virem para cá falar a língua oficial do país onde trabalham, residem e pagam os seus impostos, e só se lembrarem que nasceram na Picha ou em Pegões quando abrem a boca para dizer asneiras. E mais estranho se torna quando sabemos que eles adoram falar português quando estão fora de Portugal. Um sinal de orgulho patriota dizem eles...

Se de facto este orgulho que apregoam é genuíno custa-me entender que mal estacionem o Mercedes aqui na terrinha desatem a falar Francês ou outra língua qualquer. Ou o português não serve para ser falado em Portugal?

Foda-se, pensem bem antes de abrir a boca...

in: Expresso / Tiago Mesquita

7 comentários:

L.O.L. disse...

É típico. :)

Maionese disse...

eu acho piada àqueles que vão à mercearia e pedem: "queria 100 gramas de fromage, que já não me lembro como se diz queijo em português" :)
bem haja, caralho! :)

novo post no blog da moda

http://forcanamaionese.blogspot.com

Anónimo disse...

Michele tu vas tomber. michele tu vas tomber.
ah puto do caralho não te avisei que ias bater com os cornos no chão?

Salete Cattae disse...

De qualquer forma falar palavrões alivia a dor, acho que deve valer para qualquer idioma!

Isa GT disse...

Não será pedir demais que para falarem tenham de pensar? Que exagerado lol lol lol

Bjos

Anónimo disse...

mas o pior é no estrangeiro, enerva-me falar en português quando um português me responde em francês...porra...sao estupidos...

caranguejinha disse...

Eu sou da area do Porto,estao a ver a cena....o caralho anda sempre na boca e alguns mais k normalmente usamos cá pro norte,sem insultar ngm,nem perder a educaçao,mas sai-nos,a pessoa nem lembra que o está a dizer....Quanto aos emigrantes q veem falar pra cá a lingua do país onde estao,com pronuncia portuguesa,pork conhecem-se logo....tambem me metem nojo..até detesto ouvir frances,por causa deles...a merda toda é que em agosto estao em toda a parte...