terça-feira, 8 de junho de 2010

Portugal terá de apertar o cinto...



Portugal terá de aprofundar ainda mais a dieta orçamental depois de 2011, alertou ontem Jean-Claude Juncker, presidente do Eurogrupo. Também o comissário europeu dos assuntos económicos, Olli Rehn, pediu ontem que se trabalhe em medidas adicionais para alcançar os objectivos para lá de 2011.
Estes são os primeiros avisos europeus desde o anúncio conjunto em Maio por José Sócrates e Pedro Passos Coelho do pacote de austeridade com medidas para reduzir o défice, o mais duro da democracia portuguesa - e surge no mesmo dia em que a Alemanha, a maior economia do euro, apresentou um plano de dieta financeira mais rigoroso desde o pós-guerra.

Ou seja, Portugal terá de apertar o cinto, que já não tem e vender as calças que já andam rotas há muito tempo, a seguir vende as peugas com buracos e os sapatos a precisar de meias solas. Para acabar, Portugal irá mostra-se á Europa em pelota...


Notícias Relacionadas:
Ministro faz vontade a Bruxelas: austeridade segue após 2011
A receita de Cavaco para a crise: Cortar na gordura, não nos produtos frescos

7 comentários:

Zé Manuel disse...

Eu não acredito, no que estou a ver. Um lugar de colocares uma gaja nua a mostrar as mamas, metes um gajo a mostar o cu. F..... caís-te ma minha consideração de macho.lolol

Anónimo disse...

De facto o pais anda nu há muito tempo.

Isa GT disse...

Primeiro, ao contrário do Zé Manuel, prefiro ver um traseiro jeitoso de homem, em vez de mamas e em 2º lugar, brinquemos à vontade, mas desta vez, vamos mesmo ficar em pelota e comer o pão que... os sucessivos governos amassaram porque a nossa crise económica bem podia ser menor se não se tivesse desperdiçado tantos milhões, especialmente em bolsos de ladrões e trafulhas.

polittikus disse...

@ Zé Manuel:
Zé tu não dizes "a" Portugal, pois não!? Logo Portugal tem de ser um gajo. Se fosse "a" Suécia...
E não sejas lambão.

Fê-blue bird disse...

Estou 100% de acordo com a Isa ;-)
Escolheu bem o tema e o traseiro :-)))
A mim até já nem me incomoda pois a minha vida tem sido sempre a "apertar", mas tinha esperança para os meus filhos, e quando a esperança morre...
Abraço

Teófilo Silva disse...

Estou de acordo com o Zé Manuel quando diz que devia ser uma mulher a
ocupar a imagem.
Mas como diz o polittikus, Portugal está no masculino e uma imagem feminina não enquadrava neste post.
A Isa está totalmente certinha no seu
comentário, menos na parte em que elogia um traseiro geitoso de homem.

spyVspyaeon disse...

Até parece que já estou a ouvir o ordinário, narigudo do Sócrates a dizer mais mentiras, "ná, para o ano, tudo na mesma (como a lesma)" bla bla truca truca. E lá vamos nós a levar no rabo, nús!! pois claro. ps: não sou nenhum determinado portuguezinho que passa a vida a reclamar de tudo e de nada, mas sobe-me a mostarda ao nariz quando vejo aquela penca a crescer tanto como um carvalho (alho)