domingo, 25 de abril de 2010

Tricana - 80 anos bem conservados



A Conserveira de Lisboa está de parabéns. Porque completa 80 anos a conservar o melhor do peixe que dá à costa. Mas também porque continua a apostar num saber fazer português, com uma dose importante de manufactura, embalando à mão ainda hoje as suas latas de conservas.

Em Portugal, conservas há muitas. Mas como as da Tricana são poucas. Utilizam exclusivamente peixe fresco e português: o atum vem dos Açores, a sardinha chega de Matosinhos, as enguias são oriundas da Murtosa. A produção é pequena para que a qualidade seja a melhor - mas a variedade é imensa, de peixes e de receitas. Sempre assim foi para esta marca propriedade da Conserveira de Lisboa, casa lisboeta fundada em 1930, ainda hoje intacta e belíssima, a merecer a visita de turistas de todo o mundo na Rua dos Bacalhoeiros, 34.

"A média de 100 pessoas que passam diariamente pela loja inclui a senhora simpática que vem comprar latinhas de anchovas, estendida e empolada, três de cada; o turista de máquina fotográfica que entra só para espreitar e outros clientes fiéis.

Texto desviado, daqui: A vida Portuguesa

5 comentários:

Anónimo disse...

A loja desta marca em lisboa, até á pouco tempo parecia uma mercearia de inicio do século. Espero que continue assim.

Teófilo Silva disse...

Com 13 anos já consumia conservas da
Conserveira de Lisboa.
Há muitos anos a esta data que nunca mais encontrei estas conservas.
Esta postagem deixou-me curioso em relação à Tricana na imagem.
Tenho que lhe dar os parabéns por relevar os nossos produtos, que bem merecem um lugar de destaque em relação à chinezada que por aí vai!

aflores disse...

Um produto bem Nacional!

Com este post recordo em especial, não a marca, mas a primeira vez que entrei numa fábrica de conservas (anos 70)....:(:( saí de lá a correr:o)

Fazes colecção? :))))))

Mac Adame disse...

Se já comi, não me lembro. Prometo, no entanto, que experimentarei pelo menos o atum da próxima vez que for a Portugal, que por aqui acho que a Tricana não anda.

polittikus disse...

Mac Adame, aviso-te que por esses lados atum Portugu~es apenas o Tenório, que é considerado gourmet na china e no Japãp e que costa os olhos da cara...